Como lidar com o medo de ir ao dentista, o problema que afeta 3 em cada 10 adultos

Se você respondeu sim, saiba que não está sozinho. Uma pesquisa recente realizada pela Associação Americana de Odontologia apontou que 3 entre 10 adultos compartilham desse problema. Estudos também comprovam que quanto maior o medo de ir ao dentista, pior é a saúde bucal do indivíduo.

Existem vários graus de medo: algumas pessoas não conseguem sequer entrar no consultório, inviabilizando o atendimento. Outras têm medos específicos, como de anestesia ou de sentir dor. Ainda existem aquelas que apenas não gostam do barulho do “motorzinho”.

O paciente com medo de dentista costuma evitar ao máximo o atendimento e não faz consultas regulares. Isso acaba piorando o estado geral dos dentes e da gengiva e pode, inclusive, causar um constrangimento sobre o estado em que se encontra sua boca. Muitos pacientes também relatam uma ansiedade antecipada e ficam muito nervosos nos dias que antecedem a consulta.

A boa notícia para quem tem medo é que a odontologia atual está muito avançada tecnologicamente. Ela permite que o paciente faça tratamentos com muito menos inconvenientes, o que permite que as visitas ao consultório sejam muito mais agradáveis do que antes. Confira alguns dos medos mais comuns e veja como a odontologia lida com eles:

 

Medo de agulha

Sem dúvidas ele esta no topo da lista dos medos mais comuns. Mas a boa notícia é que já é possível fazer anestesia sem agulha. Nesses casos, um aparelho faz a injeção do anestésico por pressão, sem a necessidade de usar a temida agulha.

Medo do barulho do motor

O barulho do motorzinho é um dos grandes vilões dos consultórios. Mas a tecnologia também já oferece soluções para esses casos. Os motores elétricos mais modernos estão ficando cada vez mais silenciosos e transformando a experiência de muita gente que se sentia desconfortável no dentista.

Medo da moldagem: muitos pacientes sentem náuseas quando precisam fazer moldagem no consultório odontológico. Para esse problema, foi desenvolvido um scanner intraoral que capta imagens dos dentes do paciente e gera um modelo digital preciso dos dentes. Assim, o processo fica mais agilizado, moderno e confortável.

Medo de o sorriso não ficar como deseja

Na era digital, a previsão do resultado de um tratamento odontológico é muito fiel. Hoje, é possível ver como o seu sorriso vai ficar antes mesmo de iniciar o tratamento. Para tratamentos ortodônticos, que fazem a movimentação dos dentes, ou tratamentos como próteses, facetas e lentes de contato é possível fazer uma prévia digital para que o paciente aprove o tratamento antes mesmo de iniciar.

Para pacientes com medo excessivo existe ainda a possibilidade de fazer procedimentos odontológicos com a sedação feita por um médico anestesista ou até mesmo com anestesia geral em ambiente hospitalar.

Matéria publicada na Revista Versar, acesse aqui.

Marque sua consulta

É fácil e rápido.
Escolha o melhor dia e horário para a consulta.

Marcar